• Clínica de Recuperação de Drogas - Itapeva-MG - (35) 98849-5087

Dependência Química: Tratamento, Sintomas e Causas

A dependência química, na atualidade, se mostra como um dos mais graves problemas da humanidade e repercute não só no dependente químico, mas em todas as pessoas que estão ao seu redor. Além de impedir que a pessoa dependente tenha convívio social e familiar normal, o problema cria obstáculos ao crescimento pessoal e profissional, ao passo em que muitas oportunidades são perdidas em razão da doença. Por mais que a família deseja e esteja comprometida em viabilizar a mudança do indivíduo que possui vício químico, nem sempre isso é suficiente para promover a mudança que se faz necessária. Em alguns casos, somente a internação em clínica de reabilitação é capaz de possibilitar o sucesso da recuperação e, consequentemente, o resgate humano e social da pessoa que sofre com o vício. Dependência Química Tratamento Sintomas Causas.

Muito embora seja complicado que o dependente reconheça a existência do problema por livre e espontânea vontade, a família pode e deve ficar atenta a sinais que evidenciam a doença e, a partir deles, tomem as providências necessárias para o tratamento e reabilitação. Em razão da importância desse tipo de conhecimento, nesse texto, serão abordados os sintomas, causas e tratamento para a dependência química. Se você conhece alguém que está passando por situação semelhante, indique esse texto e auxilie no processo de mudança.

Quais os principais sintomas da dependência química?

São diversas as substâncias que podem desencadear a dependência química. Em cada uma delas, pode-se perceber sintomas distintos e bem específicos, porém, alguns dos sintomas são extensivos ao próprio vício e, portanto, independente do tipo de substância utilizada, servem de evidência para ligar o sinal de alerta e prestar atenção do comportamento daquele que se observa. Na tentativa de mascarar o vício, seja para a família ou para si mesmo, é comum que o dependente se esforce para ficar longe da droga e lute contra sintomas de abstinência que, também, devem ser observados. Assim, os principais sintomas da dependência são o desejo incontrolável e impulsivo de consumir a substância responsável pelo vício, perda de controle e aumento da tolerância. Já os principais sintomas que indicam a abstinência são sudorese, tremores e picos de ansiedade e alterações de humor.

O que causa a dependência?

A dependência química, além de ser uma doença crônica, está ligada a uma série de fatores que podem ser responsáveis pelo desenvolvimento do vício em determinada substância. Dentre os fatores mais estudados pela ciência estão a predisposição genética, tanto para o consumo quanto para a tolerância da droga, fatores ambientais e, até mesmo, psicossociais.

Como tratar a dependência química?

A busca por apoio especializado é o primeiro caminho rumo ao tratamento e recuperação. Admitir a doença nem sempre é uma tarefa simples, por isso, a atuação da família é indispensável para garantir que isso aconteça. O tipo adequado de tratamento depende das características de cada indivíduo e do nível de dependência que ele apresenta. Por esse motivo, é fundamental que se tenha uma avaliação multidisciplinar do paciente para que o melhor tratamento seja indicado.